Limonada no Twitter

sábado, 5 de março de 2011

Bloco Carnavalesco Cordão da Bola Preta.




Hoje é dia do Bloco do Bola Preta! 

Criado por dissidentes do Clube dos Democráticos, é considerada a mais antiga agremiação carnavalesca em atividade, tendo sua fundação em 1918. Desfila pelas ruas do Centro do Rio de Janeiro sempre pela manhã de sábado, partindo da Cinelândia, onde fica localizada a sua sede. O público acompanha o imenso carro de som,  de onde a banda executa famosas marchinhas de carnaval, como Quem não chora não mama. O branco com bolas pretas simboliza a agremiação. Em 1958, Carmen Costa gravou Quem não chora não mama, de autoria de Vicente de Paiva.  Parte da letra fazia referência ao bloco Cordão da Bola Preta. Durante todos os anos em que esteve em atividade, passaram  nomes ilustres em seus desfiles: Roberto Carlos, Alcione, Cauby Peixoto e Clara Nunes. Sua bateria é composta por 40 músicos, além de trio elétrico que, esporadicamente, faz o acompanhamento do bloco. Uma de suas alas mais inusitadas é a  Ala da Coréia, na qual os veteranos do bloco saem fantasiados de mulher. Em 2001, seu presidente foi Emílio Jorge Paulino. 


Cordão do Bola Preta 1933
















Quem não chora não mama.
(Nelson Barbosa - Vicente Paiva.)


Quem não chora não mama!
Segura, meu bem, a chupeta.
Lugar quente é na cama
Ou então no Bola Preta.
Tem pro Bola, meu bem,
Com alegria infernal!
Todos são de coração!
Todos são de coração
(Foliões do carnaval).
(Sensacional!)


Download
Mediafire

Fonte de pesquisa: http://www.dicionariompb.com.br/bloco-carnavalesco-cordao-da-bola-preta

Nenhum comentário: